Blog
Faculdades BWS

Aquarela Saudável

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no email
Email

Jornal da Tarde – Fevereiro de 2009

 

Morangos não são vermelhos por acaso, da mesma forma que uvas não nascem roxas por mero capricho da natureza. ‘’Cada cor representa um pigmento, um nutriente com propriedades específicas’’, diz a nutricionista Fabiana Trovão, especialista em nutrição clínica do Hospital Albert Einstein. ‘’Antigamente indicávamos uma alimentação colorida por causa da estética, era uma forma de tornar o prato harmônico e mais atraente, sobretudo para as crianças. Nos últimos anos, porém, pesquisas têm mostrado que a diversidade de cores é importante para a ingestão mais completa dos componentes que ajudam a prevenir doenças e fortalecer o corpo’’, completa.

O poder da aquarela vegetal se tornou tão notório que virou recomendação do Ministério da Saúde, listada em seu ‘Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois Anos’: ‘’Uma alimentação variada é uma alimentação colorida’’, indica a publicação. Também o Instituto Nacional do Câncer (Inca) é taxativo ao vincular a diversidade de cores no prato à prevenção de tumores. Segundo o órgão, o brasileiro consome um terço da porção diária de hortifrútis estipulada pela Organização Mundial de Saúde. ‘’O ideal é ingerir cinco porções por dia, uma de cada cor. Assim, fortalecemos o sistema imunológico e preparamos o corpo para combater doenças. Isso não é lenda, nem receita da vovó’’, frisa Fabiana.

 

Roxo

Segundo os nutrólogos, a cor roxa sugere a presença concentrada de polifenóis (entre eles destaca-se a antocianina). Essas substâncias possuem elevado poder antioxidante, ou seja, protegem as células contra a degradação. Vegetais dessa tonalidade, como as amoras, contêm até cinco vezes mais polifenóis do que os demais. No caso das uvas, o composto mais estudado é o resveratrol, que atua na prevenção de doenças cardiovasculares por aumentar o HDL (colesterol bom) e diminuir o LDL (colesterol ruim), além de favorecer a circulação sanguínea. Não é à toa que a indústria farmacêutica passou a investir em remédios baseados em moléculas análogas às do resveratrol em 2008.

 

Amarelo

Alimentos de cor amarela ou laranja são ricos em betacaroteno – substância associada ao bom funcionamento da visão. Estudos da USP mostram que a ingestão de vegetais desses tons ajuda diminuir a incidência do câncer do colo de útero. Na avaliação da Abran, o pigmento também melhora o processo de filtragem da luz solar pelo organismo, funcionando como aliado na proteção natural contra o raio ultravioleta e combatendo sobretudo o envelhecimento da retina. No caso dos cítricos, como a laranja, o efeito benéfico é potencializado por outros componentes: beta-criptoxantina e terpeno, que têm ação anticâncer por neutralizarem substância que podem causar mutação celular, como pesticidas.

 

Vermelho

O licopeno é a substância vegetal que confere a coloração vermelha a tomates, morangos e outras frutas desse grupo. O princípio é apontado pelos especialistas como poderoso aliado no combate ao câncer de próstata. A biodisponibilidade do licopeno (ou seja, sua capacidade de ser absorvido pelo corpo) aumenta mediante aquecimento e associação com gorduras saudáveis, como aquela que está presente no azeite. Segundo a pesquisa da USP, conduzida pela nutricionista Luciana Tomita em seu doutorado, altas doses de licopeno em mulheres já ajudam a proteger contra o câncer do colo de útero. O vermelho também é indicativo de alimentos que estimulam a produção de colágeno.

 

Entre os pigmentos vegetais mais conhecidos está o betacaroteno, responsável pela cor amarela ou alaranjada dos alimentos. Popularmente associada ao bronzeamento uniforme e duradouro, a substância possui também algumas outras propriedades. A nutricionista Luciana Tomita descobriu que o consumo de vegetais dessa coloração ajuda a proteger a mulher contra o câncer do colo de útero – o segundo tipo de neoplasia mais comum na brasileira, de acordo com o Inca. A doença é caracterizada pela evolução de uma lesão conhecida como neoplasia intraepitelial cervical (NIC), desencadeada pelo papilomavirus humano (HPV).

‘’Há três graus de lesões, sendo que o terceiro representa a forma mais grave, que antecede o tumor. Quanto maior for o consumo do vegetal amarelo-escuro e da folha em tom verde-escuro menor é a chance de desenvolver lesões do grau 3. Essa queda no risco chega a 50%’’, conclui Luciana. O estudo, que envolveu 1.378 voluntárias recrutadas em dois hospitais paulistanos, rendeu à pesquisadora o título de doutora em saúde pública pela Universidade de São Paulo (USP). ‘’Os dados se baseiam na comparação entre a alimentação de mulheres sadias e o padrão nutricional adotado por pacientes com lesões. Enquanto as saudáveis consumiam 28 g por dia dos hortifrútis analisados, entre as pacientes com lesões de grau 3 a ingestão caía para 16 g. ‘’

Na avaliação do endocrinologista Wilmar Accursio, nutrólogo pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e presidente da Sociedade Brasileira de Antienvelhecimento (Sobrae), o betacaroteno também desempenha papel importante na manutenção da saúde ocular. ‘’Ele ajuda a combater o envelhecimento da retina provocado pela exposição ao raio ultravioleta. Vale ressaltar que ainda não há tratamento para esse problema, o melhor é prevenir’’, indica. Entre os pigmentos poderosos da natureza o médico destaca ainda o licopeno, composto que determina o vermelho intenso de alimentos como tomate, morango e melancia. ‘’Para os homens, o licopeno tem ação comprovada na defesa contra o câncer de próstata. Ele atua também na produção de colágeno e contribui para o bom funcionamento da memória e do coração’’, diz.

Últimas
NOTÍCIAS

Sugestão de leitura para esta categoria de notícias:

Dúvidas e mais
INFORMAÇÕES

Entre em contato conosco através dos números abaixo ou do formulário ao lado.

    Nosso site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com isto. Conheça nossa Política de Privacidade.