Blog
Faculdades BWS

Desafios e realização pessoal e profissional diante o curso de Gerontologia

Compartilhe
Compartilhe
Compartilhe
Email

A palavra Gerontologia vem da palavra grega que significa o estudo do envelhecimento. Os alunos do programa de Gerontologia estudam as mudanças que ocorrem durante o envelhecimento humano e buscam se adaptar a essas mudanças para que os idosos possam ter uma vida mais tranquila física, mental e biologicamente.

 

Ao contrário do que muitos pensam, gerontologia e geriatria não são a mesma coisa.
A geriatria é uma área da medicina que trata especificamente das doenças dos idosos, já a gerontologia estuda o processo de envelhecimento e como ele melhora a qualidade de vida ao longo dos anos. Como tal, a gerontologia está cada vez mais presente hoje à medida que as pesquisas aumentam e as demandas do mercado de trabalho aumentam.

 

Gerontólogo é o nome dado a um profissional formado em gerontologia que pode atuar na assistência social, facilitar dinâmicas de grupo, trabalho físico e ajudar os idosos a enfrentar possíveis preconceitos. Também pode ajudar adultos mais velhos que foram abusados.

Mas os gerontólogos podem focar seu trabalho em outras populações, como sem-teto, imigrantes, pessoas com problemas mentais ou abandonados.

 

Essa profissão é muito bonita e exige muita dedicação e amor ao próximo.

 

 

Apresentação do curso de Pós-Graduação em Gerontologia da FAPSS:

O curso objetiva desenvolver habilidades e atitudes que permitam uma abordagem adequada a pessoas idosas, incentivando a criação de práticas humanizadas e pautadas na integralidade da atenção ao idoso, família e comunidade.

 

Capacitar profissionais da área da saúde, ciências humanas e ciências sociais para trabalhar com a pessoa idosa no ensino, na pesquisa e na assistência, enriquecendo a prática profissional e o campo de conhecimento ao qual pertençam.

 

O curso tem duração de 01 ano e em encontros mensais, sendo 01 vez ao mês, sexta-feira a noite e sábado manhã e tarde.

 

Conheça as principais funções de um gerontólogo.

O profissional a ser formado deverá ser capaz de:

1- Reconhecer as principais necessidades, intervenções e serviços de que necessita a população idosa, com enfoque no envelhecimento bem-sucedido e na velhice fragilizada;

2- Trabalhar com uma visão plural, interdisciplinar e abrangente sobre o processo de envelhecimento;

3- Refletir de forma crítica sobre os determinantes sociais e de saúde que afetam a população idosa e a população que envelhece;

4- Delinear intervenções para idosos, família e comunidade com enfoque na promoção do envelhecimento ativo e na qualidade da assistência;

5- Realizar pesquisa sobre o envelhecimento;

6- Desenvolver atividades de ensino em faculdades, hospitais, centros de convivência para idosos, ONGs e outras instituições afins.

 

O mercado de trabalho da Gerontologia:

À medida que a expectativa de vida aumenta no Brasil, os graduados em gerontologia não terão problemas para encontrar emprego. O mercado de trabalho precisa de profissionais que atuem em ambulatórios, ambulatórios especializados, ONGs, agências de assistência social, hospitais, asilos, centros de saúde e convivência e atendimento domiciliar.

 

Outra oportunidade para os geriatras está em colaborações de pesquisa com instituições de ensino superior, professores de saúde e até mesmo leigos cuidando de idosos.

 

As regiões Sul e Sudeste oferecem as maiores oportunidades para os graduados em gerontologia, pois a maior parte da população idosa está concentrada nessas regiões.

 

Gostou? Acesse o link para mais informações:

Gerontologia

Últimas
NOTÍCIAS

Sugestão de leitura para esta categoria de notícias:

Dúvidas e mais
INFORMAÇÕES

Entre em contato conosco através dos números abaixo ou do formulário ao lado.

    Nosso site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com isto. Conheça nossa Política de Privacidade.