Blog
Faculdades BWS

Reposição Hormonal Masculina

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no email
Email

Revista Personalité – Edição 52

 

ANDROPAUSA

 Introdução

A medicina estética evoluiu muito na última década, tornando-se uma grande aliada da enorme fatia da população mundial, que envelhece. Aprofundam-se os estudos para que se tenha um envelhecimento saudável, com qualidade de vida. Hoje,  tanto uma mulher, quanto um homem, com 50 anos, não mais têm mais aquela aparência de avós. São muitos os tratamentos preventivos, para que se tenha não só aparência de jovem, mas principalmente, vitalidade e disposição para viver. Muito já se falou e ainda se fala sobre TRH (tratamento de reposição hormonal) para mulheres. Porém, ainda são rara as vezes em que o assunto TRH para homens, é abordado.

Durante o 14° Congresso Brasileiro de Medicina Estética, que aconteceu entre 7 e 9 de junho, no Rio de Janeiro, a reposição hormonal masculina (tratamento para a andropausa) foi um dos temas de destaque. O médico endocrinologista e nutrologista, Wilmar Accursio, proferiu conferência sobre este assunto no dia 08/06/07. Accursio é considerado expert em antienvelhecimento e obesidade.

Andropausa

Muito se fala sobre a menopausa, mas quase nada é dito sobre a andropausa. No entanto, a reposição hormonal masculina já é uma realidade e seus benefícios devem ser divulgados, para que cada vez mais homens possam adquirir uma vida melhor com um envelhecimento saudável.

Define-se a andropausa como uma falência dos testículos, que passam a produzir em menor quantidade o hormônio masculino, a testosterona. Diferentemente da menopausa, na andropausa os sintomas são mais sutis, já que não há um marco, como a parada da menstruação nas mulheres. Dentre os sintomas mais comuns da andropausa destacam-se o cansaço físico e mental, com alterações na memória e capacidade de concentração, além de indisposição para realizar exercícios físicos e tarefas comuns. Em alguns casos, é possível chegar até a depressão e diminuição da libido com disfunção erétil (impotência). Se não tratada, a andropausa ainda pode gerar aumento de peso, do volume das mamas e até mesmo osteoporose.

Deficiência Androgênica Masculina

Outra grande novidade é um quadro na andropausa que também vem sendo muito observado em homens na faixa de 45 a 55 anos, geralmente executivos ou com profissões estressantes, chamado Deficiência Androgênica Masculina, uma andropausa atípica. Esse quadro se dá pela falta de estímulos para a produção de hormônio masculino. Esta diminuição de estímulos pode se dar por diversos fatores, dentre eles, o stress ou por outras doenças como obesidade e hipotireoidismo.

Reposição Hormonal

A reposição hormonal masculina é mais simples do que a feminina, podendo ser realizada com injeções quinzenais, adesivos de colocação diária, géis transdérmicos ou comprimidos de uso diário. O tratamento de Andropausa ou da Deficiência Androgênica Masculina é extremamente necessário para garantir uma boa qualidade de vida.

Tags

Últimas
NOTÍCIAS

Sugestão de leitura para esta categoria de notícias:

Dúvidas e mais
INFORMAÇÕES

Entre em contato conosco através dos números abaixo ou do formulário ao lado.

    Nosso site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com isto. Conheça nossa Política de Privacidade.