Blog
Faculdades BWS

Serviço social na saúde os desafios para a garantia do acesso aos direitos sociais dos usuários

Compartilhe
Compartilhe
Compartilhe
Email

Em nosso país, pode-se afirmar que um aumento de políticas públicas sociais, em prol da luta pelos direitos dos cidadãos, como seres possuidores de direitos, constitui uma preocupação pouco recente dos governantes. O Serviço Social no Brasil, por se caracterizar como profissão histórica, passa por processos de adequação e reestruturação, em virtude de mudanças bruscas de caráter social, político, econômico e cultural.

O Assistente Social é um profissional da saúde que tem como competências atuar junto com as questões sociais, econômicas, na proteção e recuperação da saúde. A atenção a saúde não está somente direcionada ao campo médico, mas em intervenções relacionadas a formas de prevenção.

Uma das grandes preocupações das políticas de saúde no Brasil tem se constituído na execução de programas que visem o trabalho de maneira mais sociável nos serviços de saúde.

Pode dizer então que essa sociabilidade maior nos serviços ou atendimentos da saúde significa compreender de maneira ampliada as várias dimensões do ser humano, em se tratando de assistência em saúde.

Na atualidade, a impressão que se torna visível é a retomada da assistência em saúde tendo como elementos fundamentais o contato, o diálogo, a escuta do paciente, sujeito importante no processo de tratamento.

Assim podermos observar que o trabalho dos assistentes sociais tem suas próprias necessidades dentro do contexto da saúde pública, capaz de nos fazer refletir sobre o assunto e buscar entender melhor sua importância na saúde pública. O Serviço Social contribui para a formulação e a implementação de políticas sociais públicas. Este profissional atua diretamente no processo de organização e mobilização da sociedade, comprometido com a efetivação dos direitos sociais e o pleno desenvolvimento da cidadania.

 

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NA GARANTIA DOS DIREITOS SOCIAIS

O perfil que o assistente social possui hoje é uma soma das experiências que outros profissionais das áreas conheceram ao longo de pouco mais de um século. Hoje, o assistente social modifica a forma de atuação profissional, buscando a consideração da realidade que lhe levará à necessidade de responder às exigências da sociedade capitalista. O seu trabalho consiste em transformar no cotidiano os resultados onde a profissão se concretiza, permitindo uma união dos técnicos, políticos, pedagógicos e intelectuais concretos da intervenção profissional. Através da intervenção o Assistente Social irá provocar o desenvolvimento de uma maior consciência de participação que seja assegurada a uma identificação entre teoria, prática e imagem profissional.

A profissão do Serviço de Serviço mudou, mudou e se transformou em longo momento, com bases históricas determinadas para sua razão de ser na sociedade para determinado momento.

 

Sua atuação na saúde pública:

A atuação do assistente social na saúde é fundamental para a melhoria dos serviços em ambas as políticas públicas. Afinal, o processo de doença saudável é antes de tudo uma definição social. Além disso, apenas os profissionais da assistência social dominam os fenômenos socioculturais e econômicos de seus usuários.

 

Os profissionais da assistência social precisam superar o sentimento de afiliação, que ainda é comum em muitas cidades brasileiras. Eles precisam de posicionamento. Porque a lei lhes garante autonomia e poder de decisão para o exercício do seu trabalho.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, as atribuições do assistente social de saúde pública são:

  • Através do atendimento ao usuário, compreender sua situação e realizar o encaminhamento adequado;
  • Informar e mobilizar o usuário acerca de seus direitos e de seu papel como cidadão. O conscientizando de que a Assistência Social não oferece favores, mas garante seu direito à proteção social;
  • Facilitar o acesso aos serviços de saúde, cumprindo com a universalidade e a equidade dos direitos sociais dos usuários;
  • Debater sobre a situação social do usuário/paciente com os profissionais de saúde;
  • Participar, sempre que possível, de encontros interdisciplinares;
  • Acompanhar e estimular o tratamento de saúde do usuário;
  • Envolver os familiares e alertá-los sobre a importância de seu apoio no tratamento.

 

Além da atribuição acima, os assistentes sociais podem, de forma mais ampla:

 

  • Organizar espaços com profissionais de saúde para promover a participação pública na tomada de decisões sobre duas políticas públicas;
  • Da mesma forma, todos os funcionários (da assistência social e saúde) são incentivados a participar ativamente desses espaços;
  • Ser curioso. Pesquisar e atualizar temas relevantes para a área da saúde sempre que possível.

 

Gostou? Acesse o link para mais informações:

Serviço Social em Saúde

Tags

Últimas
NOTÍCIAS

Sugestão de leitura para esta categoria de notícias:

Dúvidas e mais
INFORMAÇÕES

Entre em contato conosco através dos números abaixo ou do formulário ao lado.

    Nosso site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com isto. Conheça nossa Política de Privacidade.